quarta-feira, setembro 20, 2006

O Altinho - A Ermida de S. Gens ou de N.S. Guadalupe

No cerro mais alto dos arredores de Serpa, a cerca de um quilómetro e meio de distância, fica a Ermida de S. Gens, (foto 1) onde residem, além do Santo que lhe dá o nome, S. Luís e Nossa Senhora de Guadalupe, a mais conhecida e de maior devoção do povo de Serpa.
A imagem que aqui se venera sob o nome de Guadalupe, pouco tem de semelhança com a da Virgem de Guadalupe que, em 1531, apareceu a um índio Azteca, no México dizendo chamar-se “Quatlasupe” que os espanhóis traduziram depois, para Guadalupe e que quer dizer na língua azteca, «Aquela que esmaga a serpente».
Abaixo reproduzimos as duas imagens a Portuguesa (foto 2) a Mexicana (foto 3)
Em 1946 mais propriamente em 1 de Dezembro, foi o Concelho de Serpa consagrado à Senhora de Guadalupe, pelo Arcebispo de Beja D. José do Patrocínio Dias. Tem esta capela um painel (ex-voto) em que se faz referência a um milagre da Senhora de Guadalupe, na pessoa de uma mulher, a avó “Trocanita”, a que me referirei quando mais adiante transcrever as “lendas”, que me contavam quando era criança.
Várias perspectivas da Ermida de S. Gens
Neste lugar existe uma “Atalaia” que, como tantas outras, outrora constituíam uma cintura defensiva de apoio ao Castelo, dizem mesmo que estavam ligadas entre si. Parecendo fazer parte integrante do conjunto de edificações da Ermida, esta atalaia serve de base ao “Vértice Geodésico” de 2ª ordem da Rede Nacional. Tipo de sinal: Bolembreano sobre atalaia sendo as coordenadas: Latitude 37º 55' 46,9'' N e Longitude: 7º 35' 36,5'' W – Altitude: Ortométrica=289m-Elipsoidal=344mA antiga atalaia ostentando o Vértice Geodésico no seu topo

4 comentários:

MaD disse...

Por coincidência, este Domingo, visitei a Capela de Nª Sª de Guadalupe, próximo de Sagres.
Diz-se que, lá, o Infante D. Henrique costumava pedir a protecção da Virgem para as suas expedições marítimas.
Em conversa com um dos Srs. do IPPAR que lá estava, fiquei a saber que era a padroeira de Serpa, o que é largamente publicitado neste magnífico blog.
Parabéns.
Serpa escolheu uma excelente padroeira, muito venerada no mundo latino mas, injustamente, um pouco "esquecida" cá pelo nosso país.
E está muito bem representada na blogosfera.
Felicidades.

eriovasti disse...

É verdade "mad said..." contava-se noutros tempos em Serpa, que, exactamente por causa dessa devoção do Infante tinha sido levada em procissão, uma imagem da Senhora de Guadalupe, igualzinha à de Serpa para Sagres... Contava-se ainda que era costume dos pescadores, de Vila Real de Stº António, quando partiam para o mar acenarem em direcção da Ermida pedindo protecção.
Eu nunca vi com os meus próprios olhos, mas diz-se que do alto da atalaia em dias de céu limpo se consegue ver Vila Real de Stº António. A única coisa que em dias quentes de verão me lembro de ver era um clarão como o de um farol.

Anónimo disse...

Muitos parabens por este magnifico blog, que de uma forma tão perfeita e sentida nos mostra as coisas lindas da nossa terra.
Já agora por uma questão de perfeccionismo, o Vértice Geodésico "Guadalupe", é de 1ª ordem, e não de 2ª como é referenciado, é do tipo BOL.S/VIGIA(S/ATAL.),tem por coordenadas no datum lisboa:
M=47441.460
P=-192864.110
Cota no cimo=288.890
Cota no terreno=278.884
o que lhe confere uma altura de 10.006 metros.
Mas isto não interessa tendo em conta a Terra linda que Serpa é!!!

Susete Evaristo disse...

Eu é que agradeço a sua visita e a correcção dos dados de que dispunha na altura e que publiquei.
E concordo consigo,caro anónimo Serpa está cada vez mais bonita.